Clique para acessar as paginas do Site.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

O Anjo Amigo - Pessoas que nos marcam


Exile
Frio como os ventos boreais 
Nas manhãs de dezembro, 
Frio é o grito que ressoa 
Desta praia muito distante. 
Inverno chegou muito atrasado 
Próximo demais a mim. 
Como posso expulsar 
Todos estes medos interiores? 
Coro: 
Esperarei os sinais chegarem, 
Encontrarei um rumo. 
Esperarei a hora chegar, 
Encontrarei um caminho para casa. 
Minha luz será a lua E meu caminho o oceano. 
Minha guia, a estrela matinal 
Enquanto eu navego para casa, para você. 
Coro 
Quem então pode aquecer minha alma? 
Quem pode dominar minha paixão? 
Lá fora desses sonhos - um barco 
Eu navegarei para casa, para você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se muito bem vindo(a) ao cantinho Adriano Gaúcho Poa!
A sua visita me deixa muito feliz!
Deixe aqui o seu comentário ou recado que reponderei com muito carinho.
Volte sempre que quiser!
Carlos Adriano Santos - (Adriano Gaúcho Poa)

Poderá também gostar destes